Páginas

domingo, 8 de julho de 2012

A Obsessão do Fogo, Humberto Eco e Jean Claude Carrière

Autor:Humberto Eco e Jean-Claude Carrière
Títul Original: N' espérez pas vous débrasser des livres
Publicação:Lisboa, Difel, 2009
Páginas:305

Preço:Esgotado
Encomenda:info.2hand@sapo.pt 
Tlm:912 871 616

"Da Bíblia de Gutenberg ao e-book; da redescoberta da arte à História das Ideias; do proselitismo da ignorância à paixão pela ideotia. Dois eminentes pensadores à conversa sobre os livros e a evolução da Humanidade, na tradição de A Passo de Caranguejo.
Jean-Philippe de Tonnac: Imagino que todo o coleccionador de livros guarde algures em si a obsessão do fogo?
Umberto Eco: Oh, sim! E é por essa razão que pago uma soma considerável para segurar a minha colecção. Não foi por acaso que escrevi um romance sobre uma biblioteca que se incendeia…
De um encontro em Paris de Umberto Eco, um dos mais respeitados pensadores e romancistas da actualidade, com o cineasta e ensaísta Jean-Claude Carriére, nasce um extraordinário e contemporâneo diálogo em torno do papel dos livros no decurso da História.
Em A Obsessão do Fogo, somos levados a percorrer mais de dois mil anos de histórias sobre livros, seguindo uma discussão erudita e divertida, culta e pessoal, filosófica e anedótica, curiosa e apetecível, plena de ironia, astúcia e referências culturais. Atravessamos tempos e lugares diversos; encontramos personalidades reais e personagens fictícias; deparamo-nos com elogio à estupidez, bem como com a análise da paixão pelo coleccionismo; e compreendemos a razão pela qual cada época gera as suas obras-primas. Para além disso, ficamos ainda a saber por que motivo “as galinhas levaram mais de um século para aprender a não atravessar a estrada” e porque é que “o nosso conhecimento do passado deve-se a cretinos, imbecis ou contraditores”.
Com a inteligência e o humor que lhes são reconhecidos, Eco e Carriere encetam uma viagem pela história dos livros e da literatura no geral, desde os papiros até à era digital da Internet e dos e-books. Um notável exercício de erudição de dois leitores apaixonados e coleccionadores de livros, uma espécie cada vez mais escassa numa era de obstinação pelo progresso tecnológico."